Deixa eu ser o teu livro também, e nada mais. Camila Costa, 21, gaúcha.
MensagemRedes.Trechos de NósFragmentos Parisienses Theme
"Uns querem escrever um livro, outros plantar uma árvore ou então apenas visitar algum lugar exótico. Já li um monte de texto sobre tudo isso. Eu costumo fazer parte do primeiro time na maioria dos dias. Mas há alguns dias que os sonhos ficam em segundo ou terceiro plano. Ficam depois de aguentar mais 24h. Porque a verdade é essa, não importam os sonhos, as listas que fazemos de lugares para conhecer antes de morrer, ou de livros a ler, pessoas a conhecer… Nos dias ruins o que importa é o dia seguinte. Eu tento sonhar um sonho novo por dia. Eu tento aguentar um dia por vez. Eu não sei o caminho, não sei da chegada… Eu só sei que já parti."
— Camila Costa.
overdosedeamor:

— Antes da Meia-Noite

overdosedeamor:

— Antes da Meia-Noite

Anonymous: Você acredita em destino? Como, por exemplo, pessoas que foram destinadas a ficarem juntas?

Acredito, sim.

"Na segunda vez já era ainda mais certo do que na primeira. Na segunda vez o beijo já se conhecia, a mão já era um pouco menos tímida na hora de procurar a outra. Na primeira vez a gente se reconheceu, na segunda a gente se encaixou. E assim foi, nas incontáveis vezes de nós dois sentados em um banco qualquer ou deitados numa cama confortável. Desde a segunda vez nós já estávamos em casa, e, olha, sendo sincera, eu nunca pensei que existia mesmo um lar por aí para mim. Eu não costumo descansar, não que considere falta de tempo, apenas não sei desacelerar, você percebeu isso de cara: a minha voz devagar só engana. E desde então você é um lar para deitar a cabeça e só deixar rolar, mesmo que tudo lá fora se perca enquanto eu me encontro. Na primeira vez eu bati à porta. Na segunda minha escova de dente já estava contigo. Na metáfora da vida eu te quis desde o primeiro segundo. Na corrida dos dias eu ainda tropeço para nunca, nunca te deixar partir."
— Camila Costa - trechos de nós.
Anonymous: Camila, hoje entrei no tumblr novamente, tenho o meu desde 2011, porem no final de 2012 parei de entrar, voltei pois senti falta! Seus escritos mal eram postados e ja tinham infinitos notes (merecidos) hoje, muita coisa mudou n acha?

Ah, mudou, sim… Sempre muda. Eu acho, na verdade, o que diz a música: “tudo muda, meu bem, e também, qual é a graça se não mudar?”.

Umas palavras a mais: But you...

"Os olhos da nossa memória vêem melhor do que os nossos." - Metro Saldanha, Lisboa. Sara Canaverde. 

"Os olhos da nossa memória vêem melhor do que os nossos." - Metro Saldanha, Lisboa. Sara Canaverde. 





1
Theme